Topo
Reviews

A Casa do Porco Bar: inovação e competência

Não à toa, nos últimos meses, um dos episódios mais comentados no cenário gastronômico de São Paulo foi a inauguração da A Casa do Porco Bar, liderada pelo Jefferson Rueda (ex-Pomodori e ex-Attimo). Depois de conquistar uma estrela Michelin para o italiano Attimo, ele optou por deixar aflorar o que provavelmente tem de melhor em sua alma ítalo-caipira, ao unir  sua habilidade com as carnes – no caso, especificamente a de porco – à ousadia de apostar em uma casa em que 99% dos pratos assumem a carne suína como protagonista. Não deve ser tão simples servir com competência tartar de porco, sushi de papada de porco, porco assado, torresmo…, tudo ao mesmo tempo, em um salão pequeno, quase apertado, e com a cozinha integrada, no centro de São Paulo.

O cardápio é realmente recheado de opções. Há várias entradas, como o tartar de porco maturado, com tutano e champignon (R$ 19). De sabor marcante e suave, pode ser uma ótima pedida para começar a entrar no clima.

Mas de tudo o que provei, Rueda realmente se supera no torresmo de pancetta com goiabada (R$ 24). Este é de passagem obrigatória. Sequinho, com muita carne e, ainda por cima, com o agridoce da goiabada. É de pedir para repetir e querer levar para casa.

Bem apetitosa também é a linguiça de porco (R$ 24), servida com farofa de cebola e hortaliças como quiabo, couve e repolho. No cardápio, há também a versão especial (R$ 29), de carne de porco caipira, mas que em nossa visita, estava em falta. Mais uma desculpa para voltarmos.

Diferente do torresmo, o comentado Porco San Zé (R$ 42) chegou à mesa um pouco mais gorduroso. Ainda assim, denota verdadeiro esmero ao ser assado em churrasqueira à lenha, à vista do salão, por pelo menos oito horas. Peça a versão que acompanha tutu de feijão, tartar de banana e couve.

Entre as opções de sobremesa, um pudim servido com algodão doce (R$ 21) encanta paladar e visual de adultos e crianças.

A casa do porco - sobremesa

Para muitos, o episódio de inauguração da A Casa do Porco Bar foi a entrada de um novo “point” para reforçar a revitalização gastronômica do centro de São Paulo. Em seu auge, Rueda parece ter ido além ao estar disposto correr riscos para inovar. Parece que a proposta tem dado certo: aos finais de semana, a casa tem filas de espera de até uma hora e meia. Enquanto aguarda, peça a porcopoca (R$ 10), um saquinho com boas pururucas.

Comments

comments

«

»

2 COMMENTS

    Warning: Creating default object from empty value in /home/findande/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1057

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga o Find and Eat no Instagram

Instagram has returned invalid data.