Topo
Reviews

Ryo serve delicados pratos em estilo kaiseki no Itaim Bibi

Ao cruzar as portas do Ryo, você realmente percebe que está em um ambiente projetado por orientais. Não somente pela rica decoração do salão, mas também pelo cuidado e atenção de todos, ao recebê-lo. A ideia, segundo eles, é proporcionar uma verdadeira experiência gastronômica com o alimento saciando alma e paladar, tudo orquestrado pelas mãos de Edson Yamashita, que já comandou o concorrido balcão do Shin-Zushi, no Paraíso.

Por lá, tudo é servido segundo os preceitos da cozinha kaiseki, em que uma sequência de pratos delicadamente preparados e finalizados são servidos. Muitas vezes decorados com folhas e flores naturais, às vezes servidos em guarnições como bambus artesanais ou mesmo em louças desenhadas sob medida, no caso, pelo Studioneves e pela Kimi Nii. Como valoriza a sazonalidade e as matérias primas regionais, o Ryo sempre serve um novo cardápio, de acordo com os ingredientes disponíveis na época. É possível optar pelo jantar de sete (R$ 180) ou nove pratos (R$ 250). Criteriosamente ordenados, o doce, o azedo, o amargo e o salgado preparam o palato para o quinto sabor, o umami, que fecha o ciclo.

_LIG4890

IMG_2729

Os sushis de Yamashita também tem cadeira cativa no menu. Não sei se sempre terão, mas no dia de nossa degustação, o chef serviu um apetitoso prato com oito unidades, incluindo atum, zuke, bijupirá, enguia, carapau, ovas de ouriço, baterá de cavalinha e omelete japonês. Antes desta etapa, também chamou atenção o filé mignon pincelado com molho de redução e purê de mandioquinha, acompanhado de anchova negra marinada e grelhada no molho de missô agridoce. Uma verdadeira explosão de sabores.

Logo se percebe que há muita história por trás do Ryo. Em 1925, em Osaka, no Japão, Hon Seiryu foi o primeiro restaurante da família Yoshikawa, hoje na quarta geração atuando neste segmento. Também foi naquela cidade que o logotipo do Ryo – nome que significa “coisas boas” – foi criado por Ono Odoshi, mestre do budismo e da caligrafia japonesa, o shodô.

Ao ligar para fazer sua reserva, garanta um lugar no balcão. Além de acompanhar a performance de Yamashita, faz toda diferença tirar as dúvidas sobre os pratos com quem realmente os criou.

Arigatou gozaimasu!

Comments

comments

«

»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga o Find and Eat no Instagram

Instagram did not return a 200.